Bíblia salva no Titanic vira objeto de exposição

Em homenagem ao Dia Nacional da Oração, o Museu do Titanic decidiu dedicar sua nova exibição ao cristianismo. A Bíblia pertencia a um reverendo britânico que partiu com o barco até o Titanic colidir com um iceberg.


Notícias – 04 de Junho de 2014

Conhecido por naufragar em 1912, na sequência de sua jornada inaugural, o famoso navio RMS Titanic terá uma Bíblia que sobreviveu ao seu acidente em exposição na galeria de um museu dedicado à embarcação no Tennessee, sudeste dos Estados Unidos, até o final de 2014.

Em homenagem ao Dia Nacional da Oração, no último 1º de maio, o Museu do Titanic decidiu dedicar sua nova exibição ao cristianismo. A Bíblia pertencia a um reverendo britânico que partiu com o barco, em Southampton (Inglaterra), rumo aos EUA, até o Titanic colidir com um iceberg.

Na ocasião, o Rev. Robert J. Bateman entregou a edição da Palavra Sagrada à sua cunhada Ada Ball, salva através de um bote salva-vidas e que conseguiu chegar aos Estados Unidos para reencontrar sua irmã, Emily, esposa de Bateman.

Bob Thone, ator que retrata o reverendo no museu interativo, revela que alguns anos depois, já em seu leito de morte, entregou a Bíblia ao Dr. Harry Upperman, do Seminário Baxter, na cidade de Baxter, região central do Tennessee.

O Rev. Bateman alegadamente viveu nos EUA por um curto período antes da fatídica viagem do Titanic. O ministro fundou a igreja People’s Tabernacle Church, em Knoxville na década de 1890, e depois se mudou para a Flórida. Em seguida, pegou o Titanic depois de visitar sua cidade natal por alguns meses na Inglaterra.

O dono do Museu do Titanic, John Joslyn, conta que é uma honra ter a Bíblia do Rev Baterman para contar a história da embarcação. “Aqui estamos 102 anos depois [do naufrágio] e ainda somos capazes de exibir esta Bíblia, é um privilégio para nós”, destacou Joslyn.

O museu está localizado na cidade de Pigeon Forge, no Tennessee, mas ainda possui uma filiar na cidade de Branson, estado do Missouri (EUA). O estabelecimento localizado em Pigeon Force traz as formas do navio e experiências interativas para os visitantes terem uma noção mais próxima de como foi o acidente.

Fonte: The Christian Post – Luciano Portela

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.