A vila que construiu seu próprio sol!

O vale é tão profundo que as montanhas lançam sombra sobre a aldeia bloqueando o sol. Porém, um engenheiro veio com uma ideia brilhante: usar espelho para refletir a luz solar.


Revista 09 – Agosto 2013

Mais uma solução alternativa imaginada pelo ser humano. Viganella é uma pequena vila na Itália localizada no fundo de um vale profundo a cerca de 130 km ao norte de Milão. Tudo parece muito bem em Viganella exceto que a aldeia está localizada no lado errado de uma montanha íngreme. O vale é tão profundo que as montanhas circundantes lançam uma sombra sobre toda a aldeia bloqueando completamente o sol durante três longos meses durante o inverno. Em 11 de novembro o sol desaparece e não reaparece até 2 de Fevereiro. É como a Sibéria.

Durante séculos, os moradores aceitaram seu destino, até recentemente, quando um engenheiro local e arquiteto veio com uma ideia brilhante: usar um espelho para refletir a luz solar para a vila.
 
Em 2005, com o apoio de Pierfranco Midali, o prefeito de Viganella, 100.000 euros foram levantados e a construção do espelho começou. Em novembro de 2006, o espelho de 40 metros quadrados, com peso de 1,1 toneladas, foi instalado na encosta oposta da montanha, a uma altitude de 1.100 metros. É claro, o espelho é muito pequeno para iluminar toda a cidade e foi direcionado para a praça principal de Viganella, em frente da igreja. O espelho é operado por computador que segue o caminho do sol durante todo o dia refletindo a luz solar para a praça da aldeia a meia milha de distância e iluminando uma área de 300 metros quadrados por pelo menos seis horas por dia.
 
Depois que o espelho foi instalado, uma mudança positiva aconteceu sobre o humor e comportamento dos habitantes. Pierfranco Midali, o prefeito dá um exemplo relacionado com a missa de domingo: no inverno, as pessoas costumavam ir para casa logo após o final da mesma, ao contrário do verão. Mas quando, graças ao espelho, o sol brilhou sobre a igreja e praça da aldeia, as pessoas querem ficar lá fora para conversar uns com os outros. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.